SINDJUD REALIZA PRIMEIRA AGE VIRTUAL

Print Friendly, PDF & Email

O Sindijudiciário realizou na última sexta-feira, 11/12/2020, a primeira Assembleia Geral Extraordinária virtual. Para acessar a pauta do edital clique aqui.

Diante das negativas do TJES, acerca de conceder os direitos dos servidores constantes da pauta acima, os servidores decidiram na AGE em realizar manifestações em frente ao Tribunal de Justiça, expor através de outdoor e outras mídias a posição da diretoria do TJES, em relação ao passivo trabalhista com a categoria. Deliberou-se que o tratamento desigual da corte na destinação do orçamento, será alvo de denúncia a organismos nacionais e internacionais, além de buscar apuração quanto à possível improbidade por parte do gestor quando da postergação em relação a implementação da promoção de 2017.

Veja a Relação das propostas deliberadas na AGE:

  • Intensificar e demonstrar ao TJES a sua capacidade para o pagamento do passivo dos servidores.
  • Análise técnica dos advogados quanto à possibilidade de ação de improbidade administrativa contra o presidente do TJ, tendo em vista a capacidade orçamentária e os passivos dos servidores.
  • Manutenção de assembleias híbridas (presencial + virtual), mesmo após a pandemia.
  • Servidores fazerem operação padrão: “Trabalhar da forma como eles da gestão nos enxergam”, ou seja, cumprir apenas o horário de trabalho.
  • Aumentar o número de Assembleias, pois a participação do servidor é fundamental, mesmo que seja virtual, em razão da Pandemia.
  • Fazer um cronograma de manifestações a partir de janeiro/21, fazer Ato em frente ao TJ com carro de som, carreatas, panfletagem, twittaço, fazer publicações nas redes sociais de esclarecimento à população, promover dia de doação de sangue e alimentos em frente ao TJ (manifestando nossas perdas).
  • Continuar o movimento pelas pautas financeiras e políticas com a Pública e demais entidades.
  • Fazer uma campanha educativa sindical e sobre a valorização do servidor.
  • Uma campanha de mídia para focar em nossa situação em outdoor, rádio, etc.
  • Denunciar a falta de pagamento e a sobrecarga de trabalho aos órgãos internacionais, CNJ, etc.
  • Análise jurídica sobre os efeitos de exibição de outdoor contendo a frase “que justiça é esta?”.
  • Iniciar o ano de 2021, em janeiro, com uma AGE a ser realizada em frente ao TJ presencial (se a situação da Pandemia permitir), ou de outra forma (mista ou virtual), para deliberar a possibilidade acerca de uma paralização/Greve.
  • Viabilidade jurídica de judicializar a não participação do Comitê gestor no orçamento discutindo as pautas financeiras.
  • Continuar os estudos para a implementação do plano de saúde através de lei com a inclusão de dependentes.
  • Realizar o Congresso no primeiro semestre de 2021.

Aprovadas para encaminhamento para próxima assembleia:

  • Realização de assembleia Geral somente para aposentados;
  • Fazer reuniões regulares com a categoria dos servidores contadores, caso queiram, para monitorar as questões orçamentárias do TJ.
  • Contratar um Atuário para que as contas sejam acompanhadas por profissional habilitado.
  • Viabilidade técnica para realizar Assembleias com participação mais interativa dos servidores, sendo que os primeiros 100 inscritos poderão interagir com o recurso de vídeo.

 

POR TODOS OS NOSSOS DIREITOS
A Diretoria


Quer saber tudo sobre as notícias do Sindijudiciário/ES e ficar por dentro das nossas ações mais recentes? Então acompanhe agora mesmo o Sindijudiciário/ES no Instagram, Facebook e no Youtube.