Sindijuciário apoia a campanha Setembro Amarelo

Print Friendly, PDF & Email

Um milhão de pessoas morrem anualmente ao cometerem suicídio, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). É com esse número alarmante que iniciamos o mês de setembro e com ele a campanha de prevenção que busca informar e desmistificar as causas do suicídio.

 

O Setembro Amarelo é uma campanha brasileira, criada em 2015, com o objetivo de prevenir o suicídio. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida, do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria.

 

A campanha existe para mostrar que o suicídio não tem só uma causa, mas que é resultado de uma rede de fatores biológicos, genéticos, psicológicos e socioculturais. E que devemos dar maior atenção às pessoas que tem depressão e bipolaridade, afinal esses são os dois transtornos mentais mais associados ao risco de suicídio. Estima-se que entre 30 a 70% das vítimas de suicídio tenha uma dessas condições.

 

Por isso, ao se deparar com uma pessoa que está atravessando por uma fase intensa de tristeza constante, falta de interesse e planos para o futuro, doação inexplicada de objetos valiosos, falta de energia, alteração no sono devemos ser empáticos e ajudar. Segundo a cartilha distribuída pela Associação Brasileira de Psiquiatria (Clique Aqui), esse são potencialmente um tipo de comportamento que revela características depressivas e possivelmente suicidas.

 

Diante desse quadro e imbuído desse espírito de colaboração e empatia o Sindijudiciário abraça essa causa e lista algumas maneiras de ajudar alguém que está passando pelo quadro descrito:
– Não tenha medo de tocar no assunto, coloque-se à disposição para ajudar;
– Ouça com atenção tudo o que a pessoa disser;
– Busque ajuda profissional, mesmo que a pessoa resista.

 

Por que o amarelo?
A cor da campanha foi inspirada por conta da história trágica que a inspirou. Em 1994, um jovem americano de apenas 17 anos, chamado Michael Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Seus amigos e familiares distribuíram no funeral cartões com fitas amarelas e palavras de apoio para pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero de Mike. E assim a mensagem foi se espalhando mundo afora.