Centelha 05/04/2019: Em AGE, servidores aprovam novas propostas a serem apresentadas ao TJES

Print Friendly, PDF & Email

Nesta sexta-feira (05/04), os servidores do Poder Judiciário lotaram o auditório da Ales, onde aconteceu a AGE para discutir as novas propostas apresentadas pela Administração em face à negociação junto ao CNJ. A categoria mostrou sua força e vontade de lutar aguerridamente por seus direitos, fazendo proposições de ações e mobilizações frente às ameaças de perda de direitos que vem sofrendo.

A presidente do Sindijudiciário, Adda Lobato, os diretores Pedro Batista, Elson Junior, Climeni Araújo, Fernanda Morgado, Felippe Martinelli, Valquiria Lopes e Giovana Roriz, a assessora jurídica, Monica Perin estiveram presentes na assembleia, que contou com a participação da coordenadora Geral da Fenajud e 1ª vice-presidente do Serjusmig, Sandra Margareth Silvestrini de Souza.

“A luta de vocês é muito parecida com a nossa, em Minas Gerais, e a gente tem procurado se ajudar. E, enquanto Federação, quando recebemos a convocação para essa assembleia, vimos a importância de estar presente hoje aqui, pois isso não está acontecendo só Espírito Santo, e sim no país inteiro”, destacou Sandra de Souza.

A presidente do Sindijudiciário, Adda Lobato, reforçou a importância dessa união. “Mais do que nunca, este é um momento de união. Precisamos passar por cima de todas as nossas diferenças, pois devemos estar cada vez mais unidos para superar essas adversidades que vêm surgindo”.

Além disso, a presidente Adda Lobato, rechaçou a ideia de que o PCS seja a causa dos problemas financeiros do TJES, visto que inúmeras medidas tomadas no passado pela Administração causaram um grande impacto financeiro, violando o previsto na LRF.

A assessora jurídica, Monica Perin, repassou ponto a ponto as novas propostas da diretoria que serão defendidas junto ao TJES, numa nova tentativa de acordo.

As propostas apresentadas foram somadas aos novos itens propostos durante a assembleia, pela categoria, resultando na minuta que pode ser conferida aqui.

Os servidores também deliberaram sobre: a criação de uma consultoria para emitir uma Nota Técnica sobre as questões que estão sendo discutidas. Outro item aprovado foi que, em futuras reuniões, tenha a presença de um representante da TI para deliberar sobre assuntos pertinentes à área.

Também ficou definido que todos os servidores farão uma mobilização na próxima quarta-feira (10/04/2019), vestindo roupas pretas, em suas respectivas unidades judiciárias, em protesto à exposição de colegas pelo programa SOS MOROSIDADE – OAB.

 

Por todos os nossos direitos.

A Diretoria