Abril verde: mês de reflexão sobre segurança no trabalho

Print Friendly, PDF & Email

Como vem acontecendo em outros meses do ano, o mês de abril também possui uma cor para chamar a atenção para uma causa. A cor verde está relacionada aos cursos da área da saúde, e o mês de abril foi escolhido devido ao Dia Mundial em Mémoria às Vítimas de Acidentes de trabalho (28 de abril).

De iniciativa da população, o Abril Verde é uma campanha de conscientização e orientação. Iniciado em 2014, o movimento tem por objetivo a redução de acidentes e de agravos à saúde do trabalhador, além de mobilizar a sociedade para a prevenção das doenças que ocorrem em decorrência do trabalho.

Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), de 2013, por ano, em todo o mundo, 2 milhões de pessoas morrem devido a doenças ocupacionais; o número de acidentes de trabalho com vítimas fatais chega a 321 mil por ano. Ainda segundo a OIT, o Brasil é o 4º colocado no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho. São quase 4 mil mortes por ano em decorrência de acidentes de trabalho.

Aqui, no Espírito Santo, segundo dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho do Ministério Público do Trabalho, em 2017, foram registrados 10.422 acidentes de trabalho e 54 óbitos. Foram mais de 2800 afastamentos por auxílios-doença decorrentes de acidentes de trabalho. Estima-se a ocorrência de um acidente a cada 50 minutos e uma morte a cada seis dias no Estado.

Diante desse cenário, faz-se mais que necessário esse movimento de reflexão e conscientização sobre a “Segurança no Trabalho”. Por aqui, o Abril Verde faz parte do Calendário Oficial de eventos do Estado por meio da Lei nº 10.728. A campanha do Governo prevê a realização de debates, palestras, cursos, mobilizações sociais e iluminação na cor verde em edificações públicas e privadas fazendo referência à segurança e à saúde do trabalhador.

“No site do Sindijudiciário, estamos trazendo temas gerais de interesse do servidor, enquanto cidadão e também como trabalhador. Já falamos sobre câncer de mama, depressão e, agora, não menos importante estamos chamando a atenção para a segurança no trabalho; para a nossa luta por ambientes de trabalho seguros e saudáveis. Só assim conseguiremos reduzir esses índices assustadores”, destacou a presidente do Sindijudiciário, Adda Lobato.

Para a diretora de Saúde e Previdência, Valquíria Lopes, o melhor instrumento de prevenção é a informação. “Também é nosso papel enquanto Sindicato levarmos conhecimento aos servidores. Quanto mais informação nós tivermos mais forte será nosso trabalho de prevenção e combate a doenças e também nossa luta por nossos direitos, como o direito a um ambiente de trabalho salubre, adequado e seguro”, destacou.

Você sabia?

O novo Guia do Servidor, disponibilizado pelo TJES, apresenta informações gerais e úteis ao servidor, sobre o requerimento de benefícios, por exemplo, mas também traz um passo a passo sobre como requerer “Licença em Decorrência de Acidente sem Serviço”.

Acesse o guia e confira as informações aqui.

 

 

Fonte: site Abril Verde e Governo ES